Home » Saúde » Conheça as tendências para o mercado da saúde

Conheça as tendências para o mercado da saúde

mercado da saúde

Novas ferramentas e tecnologias avançaram para melhoria dos atendimentos m saúde. As tendências para o mercado da saúde vão desde Impressão 3D a uma nova personalização de atendimento, de forma on-line com os pacientes.

Para saber o que mudou até então quando se pensa em saúde, confira conosco algumas tecnologias de inteligência artificial e de atendimento personalizado nessa área. Como sabemos, a saúde é algo muito importante para a manutenção do bem-estar da sociedade. Inovar nessa área também é uma forma de empreender e melhorar procedimentos antigos de acordo com o avanço da humanidade.

Abaixo, você conhece algumas das tendências para o mercado da saúde. Confira!

Tendências em tecnologia para saúde

As novas tendências para o mercado da saúde estão bastante relacionadas com os avanços tecnológicos da humanidade. Afinal, os procedimentos médicos foram se transformando por anos. Para termos uma ideia, essas mudanças estão sendo pensadas como inovação tecnológica, principalmente, mas também têm relação com a personalização do atendimento, promover excelência em atendimento aos pacientes. Além de claro, serem uma forma de empreender e trazer mais humanidade aos procedimentos. 

As ferramentas básicas para se ter uma saúde mais humanizada e tecnológica deve partir da melhoria de:

1- Acesso informatizados dos dados de consultas, como prontuários e históricos. Muitas vezes, os pacientes não têm acesso a esses dados que ficam limitados aos consultórios;

2 – Marcações e resultados de exames on-line;

3 – Tudo salvo em nuvem de forma automatizada dos cadastros dos pacientes;

4-  Por fim, propiciar aos pacientes agendamentos on-line e acompanhamento de lista de espera, quando for necessária.  

Vamos conhecer essas transformações na Saúde? Abaixo, listamos algumas delas.

1 – Telemedicina

Primeiramente, a Telemedicina já é uma das tendências para o mercado da saúde que vem ganhando notoridade no país. É uma nova forma de recurso de atendimentos de pacientes de forma on-line, promoção de cursos aos profissionais de saúde, divulgação de eventos, interações com profissionais, palestras, videoaulas, etc. 

A telemedicina coloco em prática o atendimento médico de uma forma mais tecnológica.  Muitas consultas vão precisar da presença do paciente, mas o primeiro contato com o médico pode ser feito de forma on-line. A telemedicina vem tentando quebrar as barreiras da distância, principalmente, com aqueles pacientes que não podem se deslocar ao médico.

O que podemos ter nesse recurso para a sociedade?

1 – Assistência aos pacientes crônicos ou que possuem alguma dificuldade de locomoção

2 – Promoção de palestras, prevenção de doenças, etc.

3 – Resultados de exames.

4 – Ou seja, a permissão da teleconsulta, telediagnóstico e telecirurgia.

É uma forma de personalizar a consulta e de diminuir distâncias geográficas. Em 2019, a Telemedicina foi incluída como forma de prestação de serviços médicos mediados por tecnologias. A Resolução n°2.227/2018 é a que prevê a Telemedicina. 

2 – Impressão 3D

O que antes era uma realidade de outras áreas, também passa a ser da saúde. Uma das tendências para a saúde é a possibilidade de impressão 3D para produção de implantes corporais. Isso quer dizer que daqui a pouco tempo as clínicas médicas estarão fazendo procedimentos cirúrgicos de réplicas de órgãos humanos em pacientes. As impressões vão desde ossos até cirurgias de órgãos como coração. A ideia dessa tecnologia testada na saúde é possibilitar a diminuição das filas de espera por um transplante seja lá qual for o tipo de procedimento.

3 – Personalização do atendimento

Pensar em novas tendências é também imaginar um atendimento personalizado. Comparado ao que foi citado acima. A personalização do atendimento tem muita proximidade com a telemedicina, que já passa a ser um modelo diferente de contato entre médico e paciente. 

Mas, o principal dessa personalização está em trazer um cuidado que vai desde a recepção do paciente no hospital/consultório médico ao recebimento dos exames de forma on-line e única. Isso quer dizer, que o paciente deve ser tratado de forma cuidadosa pelo seu nome, atendimento excelente e humanizado, ter seus prontuários de consulta de forma acessível e pode opinar por esse atendimento. 

Com um bom atendimento, o tratamento médico ganha fidelidade do paciente. Todos querem ser bem atendidos e ter soluções. 

4 – Inteligência Artificial

Uma tendência um pouco mais tecnológica tem a ver com a inteligência artificial (IA). A IA já faz parte das mudanças do mundo. Desde o reconhecimento facial, segurança residencial e de carros, agora também na saúde. Mas, como essa tecnologia pode ser usada? Muito simples, a partir do reconhecimento de dados cadastrais de pacientes, eles podem ser melhor direcionados para tratamentos adequados. 

Assim, melhorias na segurança dos pacientes, por exemplo, de doenças crônicas e de populações de risco, pode ser um fator primordial a ser tratado com a IA. Os pacientes serão direcionados a habilitação em programas para tratamento de suas patologias e com resultados mais confiáveis e rápidos.

Com a Inteligência Artificial podem ser aperfeiçoadas cirurgias e a análise de dados. Seguindo essa linha de análise, confira mais abaixo o tópico sobre esse tema. 

5 – Big Data para coleta e análise de dados

Partindo do conceito de Inteligência artificial (IA), vê-se uma grande mudança na transformação de procedimento até então humanos, para serem feitos por máquinas. Assim, é feita a alimentação da programação de softwares e depois é criado protocolos e tecnologias para diagnosticar processos. Fazendo com que se utilize informações para organização de procedimentos médicos.  

Assim agindo em conjunto com a IA, a área Big Data Analytics aponta para a transformação das informações dos pacientes em saúde para melhoria dos atendimentos. Analisando, tratando e obtendo de forma aprimorada as informações de uma grande massa populacional que utiliza serviços de saúde. 

Segundo um artigo da revista Forbes, em 2019, foram investidos “1,7 bilhões de dólares em IA para saúde, no Estados Unidos”.  Já o investimento em “Big Data Analytics deve superar a movimentação de 68 bilhões de dólares até 2020”. De fato, a análise de dados será uma das tendências para o mercado da saúde no futuro.

Os exemplos são muitos e a Telemedicina, novamente, é um dos recursos que utiliza da análise de dados dos pacientes. 

5 – Presença on-line

Por fim, e não menos importante está a presença on-line. Essa proposta perpassa todas as tendências aqui citadas.  

A possibilidade de acesso virtual para atendimento médico diminui as barreiras geográficas em saúde. Proporcionando a visualização de resultados de exames, acompanhamento dos históricos de consultas e consultas que não necessitem ser presencial. 

O atendimento on-line vai desde o agendamento de consultas, acompanhamento de listas de espera. Traz transparência para os pacientes e mais segurança para o mercado de saúde. 

Então, gostou das novas tendências para o mercado da saúde? Fique por dentro dessas mudanças e se adeque para caminhar junto à tecnologia.