Home » Fisioterapia » Fisioterapia Esportiva

Fisioterapia Esportiva

A Fisioterapia Esportiva é um ramo especializado da fisioterapia que envolve prevenção, avaliação, diagnóstico e manejo de lesões decorrentes de esportes e exercícios em todas as idades e níveis de habilidade.

Caso você faça esportes regularmente, é recomendável buscar uma equipe com extensa qualificação e experiência em gerenciamento de esportes e atividades físicas para alcançar e manter um ótimo desempenho. Existem no Brasil excelentes fisioterapeutas que passaram por um rigoroso processo de seleção com objetivo de garantir um alto nível de experiência e conhecimento em fisioterapia esportiva.

Pessoas de todas as idades e habilidades esportivas podem se beneficiar com a fisioterapia esportiva, incluindo:

  • Atletas juniores, veteranos ou recreativos
  • Atletas com deficiências
  • Atletas de atividades físicas incluindo musculação
  • Equipes esportivas

Equipes qualificadas de fisioterapia esportiva oferecem tratamento terapêutico e aconselhamento sobre a participação segura em esportes e promoção de um estilo de vida ativo para ajudar todos os indivíduos a melhorar e manter sua qualidade de vida. Os terapeutas desempenham papéis importantes na assistência às pessoas para se recuperarem de lesões, fornecem educação e informações para evitar lesões e melhorar o desempenho.

Embora pareça que profissionais de fisioterapia esportiva atuam apenas no gerenciamento de lesões esportivas, eles são igualmente bem preparados para lidar com as condições mais comuns, como dores no pescoço e região lombar crônica, lesões no local de trabalho, dores crônicas, vertigens e tendões danificados, fornecendo soluções para gerenciar seus sintomas atuais e implementando estratégias de longo prazo para evitar a dor contínua e o impacto dela na sua qualidade de vida.

A Fisioterapia Esportiva também se aplica também ao fisiculturismo. Trabalhar como fisioterapeuta exclusivamente em academias para fisiculturistas e powerlifters é bastante comum. A vida do fisiculturista é muito mais difícil quando se trata de prevenção de lesões, pois não importa qual seja a antropometria individual ou o histórico de lesões, eles precisam executar o agachamento, supino e levantamento de bastante peso caso queiram ter sucesso.

Leia também: Whey Protein: Para que Serve, Como tomar e Benefícios

O lado bom do fisiculturismo, é que se você não pode realizar um certo exercício devido à mobilidade, dor ou sua própria anatomia e estrutura individual (todos os corpos diferentes), então podemos simplesmente escolher um exercício diferente para estimular o grupo muscular alvo e seguir em frente.

Se você sentir dor no quadril quando agacha, então poderá modificar a carga ou a amplitude de movimento. Se o seu ombro lhe incomodar quando faz um supino, então poderá usar halteres ou cabos para estimular seus peitorais sem agravar o ombro. Se você sentir dor lombar no deadlifting, então poderá usar um trap bar ou fazer puxões de rack, ou simplesmente escolher um exercício completamente diferente.

Resumindo, um fisioterapeuta esportivo pode cuidar de você, independente do seu esporte ou atividade física, lhe colocando em uma rotina comprovada e fazer você seguir esta rotina por muito tempo, o que trará melhores resultados.

Se você deseja, além do acompanhamento de um bom fisioterapeuta, aumentar o seu ganho de massa corporal durante os treinos, dá uma olhada no infográfico desenvolvido pelo site Grande Atleta. Nele, é explicado de forma simples e prática como funciona o suplemento mais conhecido do mundo: Whey Protein.

Este suplemento poderá lhe ajudar bastante nos treinos. Confira abaixo.


1 comentário

Leave a comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *