Home » Dicas » Faculdade de gastronomia: curso, carreira e mercado de trabalho

Faculdade de gastronomia: curso, carreira e mercado de trabalho

faculdades gatronomia

Gosta de inventar receitas, assistir programas de culinária e surpreender a família e os amigos com pratos deliciosos? Então a faculdade de gastronomia pode ser uma excelente opção para você! E se acha que esse curso ensina apenas a cozinhar, vai se surpreender com a grade curricular. 

Além de aprender sobre técnicas, ingredientes e receitas, o estudante de gastronomia também descobre como montar e gerir um restaurante. Assim como estuda para coordenar equipes e garantir a segurança alimentar daquilo que é servido. 

Ficou com curiosidade para saber mais sobre o curso? Então continue lendo! Neste artigo, vamos te mostrar como funcionam as matérias, a carreira depois de formado e as possíveis áreas de atuação. Aliás, um spoiler: você pode saber mais sobre a faculdade de graduação também no site da FMU, que oferece essa graduação! 

Como funciona a faculdade de Gastronomia?

O primeiro passo antes de começar a cursar gastronomia é decidir qual tipo de formação você quer ter no currículo. Na área, existem duas formações, o bacharelado (com duração média de 4 anos) e o tecnólogo (que geralmente dura 2 anos).

A principal diferença entre eles é a quantidade de matérias teóricas e a profundidade de alguns conteúdos. Como o bacharelado tem mais horas de aula, ele costuma oferecer disciplinas um pouco mais teóricas e aprofundadas.

Mas não se preocupe, ambas as opções tem muitas matérias práticas para você aprender fazendo.

Grade curricular

Quer alguns exemplos das aulas que você vai encarar na faculdade de gastronomia? Então confira abaixo as matérias do Tecnólogo em Gastronomia da FMU.

  • Antropologia e Cultura Brasileira;
  • Bebidas e Harmonizações;
  • Ciência dos Alimentos;
  • Comunicação;
  • Confeitaria;
  • Controle Higiênico e Sanitário dos Alimentos;
  • Cozinha Brasileira;
  • Cozinha Europeia;
  • Cozinha Internacional;
  • Cozinha Técnica de Carnes e Aves;
  • Cozinha Técnica de Peixes e Frutos do Mar;
  • Desafios Contemporâneos;
  • Fundamentos da Cozinha Profissional;
  • Garde Manger;
  • Gastronomia Contemporânea;
  • História e Princípios da Gastronomia;
  • Panificação;
  • Planejamento de Cardápio de Composição de Custos;
  • Planejamento e Gestão em Gastronomia;
  • Processo Criativo em Gastronomia;
  • Projeto em Gastronomia Aplicada;
  • Serviço de Salão, Restaurantes e Eventos.

Além disso, o Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) e o estágio não são obrigatórios segundo o Ministério da Educação, mas podem ser exigidos dependendo da instituição. 

Áreas de atuação

Todas essas disciplinas oferecidas na faculdade de gastronomia servem para garantir que o graduado tenha capacidade de atuar nas diferentes áreas do segmento. Saiba mais sobre cada uma delas a seguir!

Bares, restaurantes e outras cozinhas

A área de atuação mais comum para os gastrônomos é na cozinha de bares e restaurantes. Geralmente, esse profissional começa como auxiliar e pode ser promovido até chefe de cozinha.

Como chefe, ele vai liderar a equipe e precisa ter boas noções de gestão de pessoas e administração de empresas. 

Mas além dos estabelecimentos tradicionais, o profissional de gastronomia também pode trabalhar na cozinha de refeitórios de empresas, navios, hospitais, entre outros. 

Hotelaria

Outra opção para quem se forma em gastronomia é trabalhar em hotéis, pousadas e outras empresas do ramo. Nesses estabelecimentos, a cozinha não para e está sempre trabalhando para oferecer refeições de qualidade aos hóspedes.

O profissional de gastronomia, então, vai coordenar o cardápio, gerir a compra de ingredientes e liderar toda a equipe. 

Eventos

O mercado de eventos é outro segmento que tem crescido muito no país e pode ser uma boa oportunidade para os profissionais da gastronomia.

Seja em eventos corporativos ou festas de casamento, aniversário e bodas, um bom chefe de cozinha é essencial. Afinal, ele vai garantir todas as refeições dos participantes, além do tradicional coffee break. 

Quem trabalha na área costuma ser autônomo ou trabalhar em buffets e vai ser responsável por oferecer diferentes opções de menu, além de coordenar a equipe no dia e preparar as refeições. 

Nesse segmento, os profissionais costumam trabalhar menos dias por semana, mas também ficam muito mais horas em serviço. 

Confeitaria e panificação 

Ser um Chef Pâtissier também é uma especialização viável para quem quer focar a sua área de atuação na confeitaria e panificação. 

Nesses casos, o profissional pode atuar em hotéis, cafés, padarias e confeitarias. Além de ter a opção também de abrir seu próprio negócio de doces e sobremesas sob encomenda para eventos. 

Desenvolvimento de produtos

Além disso, existe uma opção de trabalho menos conhecida no ramo da gastronomia: o desenvolvimento de produtos industrializados. 

Isso porque lasanhas, pizzas, sorvetes, molhos e outros alimentos precisam de profissionais da culinária para ajudar a desenvolver suas receitas e testar a viabilidade. Então é uma área mais restrita, mas que também oferece oportunidades interessantes. 

Perfil do profissional 

Pode ser que você esteja se perguntando quais habilidades deve ter para fazer faculdade de gastronomia. 

Assim, vale avisar de cara: o profissional que atua com culinária precisa ser criativo, adaptar-se bem a mudanças, trabalhar bem em equipe e ser muito bom em solucionar problemas. 

Afinal, o que não falta em uma cozinha são imprevistos, não é?

Além disso, na maioria das áreas de atuação o gastrônomo assume posições de liderança e vai ter que ser um bom gestor de pessoas. 

Salários

Por último, vamos falar sobre os salários nesse segmento? Como você viu, o seu cargo vai variar conforme a sua área de atuação. Por isso, os salários também tendem a ser diferentes. 

Como base, vamos usar a função de Chefe de Cozinha. Nesse caso, o pagamento médio é de R$ 2.105,98 mensais para uma jornada de 44 horas semanais, podendo chegar até R$ 4.666,67, de acordo com dados do governo federal. 

Mas esses salários valem para profissionais CLT. Então se você quiser, pode também abrir o seu próprio negócio. As opções para quem se forma na faculdade de gastronomia são amplas e sua carreira pode ser muito bem sucedida. Basta escolher uma boa instituição de ensino, como a FMU. Faça já sua matrícula e comece essa jornada!