Home » Dicas » Curso de radiologia: o que estuda e como é o mercado de trabalho

Curso de radiologia: o que estuda e como é o mercado de trabalho

Curso de radiologia

Tem vontade de atuar na área da saúde? Então conheça o curso de radiologia! Com essa formação, o aluno pode trabalhar em clínicas, hospitais e laboratórios, ocupando uma função essencial para a medicina moderna!

Nesses lugares, ele fica responsável por exames como tomografias computadorizadas, mamografias, radiografias e ressonância magnética. Além de dar suporte também durante os processos de radioterapia e Medicina Nuclear, que ajudam no tratamento de doenças.  

Ficou interessado pela carreira? Então continue lendo e saiba mais sobre esse curso oferecido pela Estácio Universidade

O que se estuda no curso de Radiologia?

O curso de Radiologia pode ser tanto técnico quanto tecnólogo. No primeiro caso, ele tem duração média de dois anos. Já o segundo, dura aproximadamente três anos. 

Em ambos, os alunos estudam a base técnica da radiologia, além de aprender a manusear os equipamentos e também entender as questões éticas por trás do trabalho. Assim como são orientados sobre os cuidados necessários ao trabalhar com a radiação.

A principal diferença, porém, é que o tecnólogo é uma graduação. Por isso, tem uma formação mais completa e aprofundada. Inclusive com outras disciplinas que podem auxiliar no desenvolvimento da carreira, como empreendedorismo e gestão.

Quer ver com mais detalhes quais são as disciplinas do curso de radiologia? Então confira a seguir a grade curricular desse curso de Estácio!

  • Desenvolvimento Humano e Social;
  • Estrutura e Função Humana Básica;
  • Ética e Profissionalismo;
  • Introdução à Radiologia;
  • Elementos e Equipamentos da Radiologia Convencional;
  • Estilo de Vida, Saúde e Meio Ambiente;
  • Sistemas Corporais;
  • Processos Biológicos Básicos;
  • Incidências Radiológicas Básicas;
  • Primeiros Socorros;
  • Metodologia Científica;
  • Incidências Radiológicas Avançadas;
  • Patologia e Diagnóstico Radiológico;
  • Diagnóstico por Imagem;
  • Mamografia e Densitometria Óssea;
  • Saúde Coletiva;
  • Processamento de Imagem;
  • Proteção Radiológica e Biossegurança;
  • Ultrassonografia e Radiologia Forense;
  • Radiologia Odontológica;
  • Gestão em Serviços de Saúde;
  • Radioterapia;
  • Medicina Nuclear;
  • Radiologia Intervencionista;
  • Sistemas de Informação;
  • Empreendedorismo;
  • Radiologia Industrial;
  • Radiologia Veterinária.

Além disso, para concluir o curso superior, o aluno vai precisar passar pelo Estágio Supervisionado e também entregar o Trabalho de Conclusão de Curso (TCC).

Mercado de trabalho na área de Radiologia

Gostou de conhecer mais sobre o curso de Radiologia? Então você deve estar se perguntando como funciona o mercado de trabalho na área. 

Logo de cara, vale avisar que o segmento da saúde é o que mais contrata os formados no curso. Clínicas, hospitais, policlínicas e laboratórios das mais variadas especialidades (incluindo odontologia e veterinária) costumam concentrar a maioria das vagas de técnico em Radiologia. 

Mas também é possível atuar em outros locais, como você viu no início do texto. Existem graduados em Radiologia que trabalham em portos e aeroportos, conferindo bagagens, e até na indústria alimentícia, fazendo a esterilização de alimentos com processos radiológicos. Ou ainda na construção civil, mapeando encanamentos, instalações elétricas, entre outros espaços impossíveis de localizar a olho nu. 

Por isso, se a sua intenção é ter um grande leque de opções de carreira, procure uma instituição de ensino que ofereça também disciplinas variadas. E não apenas focadas na atuação em hospitais. 

Rotina da profissão

Aliás, se você tem curiosidade para saber como é a rotina do radiólogo, pode saber de antemão que as principais funções não variam muito nas diferentes áreas de atuação. Já que se trata de uma profissão bem operacional.

Mesmo assim, existem algumas questões que você deve considerar na hora de escolher o seu segmento. A principal delas é que, no setor de saúde, você vai ter muito contato com os pacientes. Portanto, prepare-se para isso se for trabalhar nesse ramo. 

Já na indústria, na construção civil e nas outras áreas, talvez o contato com o público seja menor. Então se você não é uma pessoa que gosta muito desse tipo de relacionamento no trabalho, talvez seja melhor escolher este caminho!

Além disso, vale lembrar que o técnico em radiologia, ou radiólogo, não faz a mesma coisa que o radiologista, que tem formação médica. Por isso, o radiólogo não pode atuar em cirurgias, nem receitar terapias ou medicamentos. Seu trabalho se limita a executar aquilo que foi solicitado pelo médico.

Salário

O rendimento médio de um técnico em radiologia no Brasil é R$ 2.399,57 por mês, mas pode variar para cima, dependendo do nível de experiência e também da sua formação. 

Como escolher o curso?

Gostou de saber mais sobre o curso de Radiologia e decidiu seguir essa carreira? Então nossa última dica é com relação à instituição de ensino em que você vai se matricular. 

Procure faculdades e escolas técnicas sérias, com infraestrutura adequada para a sua formação e laboratórios específicos. Além de um currículo completo, que aborde todas as áreas da Radiologia com as quais você pode trabalhar no futuro. 

Também se lembre de conferir o currículo dos professores e veja se a instituição oferece atividades voltadas para a prática da profissão. 

Tudo isso vai te ajudar a sair na frente da concorrência na hora de procurar um emprego. Além de oferecer conhecimentos que você vai levar para a vida toda!